Porto Alegre

20ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, segunda-feira, 18 de Dezembro de 2017

  • 12/10/2017
  • 11:29
  • Atualização: 11:37

Greve da Polícia Civil pode terminar nesta sexta

Categoria reforça que paralisação só será encerrada com a integralização dos salários

  • Comentários
  • Correio do Povo

A continuidade ou não da greve dos policiais civis será discutida nesta sexta-feira pela Ugeirm Sindicato em consulta à categoria. O fim da paralisação será decidido caso efetivamente os salários de todos os servidores da Polícia Civil sejam pagos integralmente conforme foi anunciado pelo Palácio Piratini na tarde de quarta-feira passada.

O presidente da entidade, Isaac Ortiz, avaliou que “a atitude do governo demonstra o acerto da decisão da categoria em intensificar a mobilização”. De acordo com o dirigente, a unidade demonstrada desde o início da paralisação, em todas as cidades gaúchas, “mostra a capacidade dos e das policiais civis”. Para ele, os agentes foram “para as ruas defender os seus direitos”, o que provocou na sua avaliação o recuo do governo.

Já o vice-presidente da Ugeirm Sindicato, Fábio Castro, lembrou que o próprio governo havia declarado categoricamente a inexistência de recursos para o pagamento integral dos salários da categoria antes do dia 17 deste mês, o que motivou então a mobilização. Para ele, a forte adesão à greve fez com que o governo prometesse pagar quase a totalidade dos servidores nesta sexta-feira.

“A greve será mantida até a integralização dos salários. Tem que contemplar todos os agentes”, alertou. “O objetivo da greve é o pagamento do salário”, resumiu. O dirigente também entende que a forte mobilização da categoria foi importante nesse sentido.