Porto Alegre

20ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, domingo, 22 de Abril de 2018

  • 09/01/2018
  • 09:15
  • Atualização: 09:41

Terceiro dia do vestibular da Ufrgs registra movimentação tranquila em Porto Alegre

Provas iniciaram pontualmente às 8h30min

Terceiro dia do vestibular da Ufrgs registra movimentação tranquila em Porto Alegre | Foto: Guilherme Testa

Terceiro dia do vestibular da Ufrgs registra movimentação tranquila em Porto Alegre | Foto: Guilherme Testa

  • Comentários
  • Correio do Povo

*Com informações do repórter Cláudio Isaías

Diferente dos dias anteriores, marcados por atrasos e congestionamentos, o terceiro dia do vestibular da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Ufrgs) teve, nesta terça-feira, uma movimentação tranquila no Campus do Vale, no bairro Agronomia, em Porto Alegre. 

Os candidatos realizaram os testes de biologia,química e geografia com início às 8h30min nos 46 locais de provas da Capital. O gabarito do terceiro dia do concurso deve ser liberado ainda nesta terça-feira no site da Universidade. A Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) registrou trânsito tranquilo na Capital, com maior movimentação na região do Campus do Vale. 

Prorrogação e congestionamentos

O primeiro dia do vestibular, no último domingo, foi marcado por confusão entre os estudantes após a decisão do reitoria da Ufrgs ao decidir prorrogar por 15 minutos o início das provas em Porto Alegre devido ao intenso trânsito. O reitor da universidade, Rui Vicente Oppermann, entende que o direito coletivo precisa ser respeitado. “Não temos que excluir alguém. A flexibilidade permitiu que todo mundo fizesse o vestibular, que é o grande interesse que nós temos. Ninguém foi prejudicado. A solução foi coletiva, institucional”, declarou no último domingo.

Na segunda-feira, os mais de 32 mil inscritos no vestibular encararam um dos momentos mais esperados do concurso: a redação. O tema deste ano abordou um texto da escritora Martha Medeiros, “Pai da Pátria” que faz uma reflexão sobre a identidade brasileira. Os vestibulandos tiveram que realizar uma análise sobre os argumentos de Martha Medeiros, que se declara no artigo pouco otimista em relação à crise que o Brasil enfrenta hoje. Além disso, os estudantes responderam a 25 questões de Língua Portuguesa. O segundo dia registrou novamente congestionamento em alguns locais de Porto Alegre, como a zona Leste, mas não houve prorrogação no início das provas.