Porto Alegre

19ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, domingo, 19 de Novembro de 2017

  • 19/06/2013
  • 07:28
  • Atualização: 08:46

Movimentos divulgam lista de reivindicações a governantes

Novo protesto em Porto Alegre foi confirmado para 18h desta quinta-feira

Novo protesto em Porto Alegre ocorre amanhã | Foto: Tarsila Pereira

Novo protesto em Porto Alegre ocorre amanhã | Foto: Tarsila Pereira

  • Comentários
  • Correio do Povo

Em reunião realizada na noite dessa terça-feira, o movimento intitulado Bloco de Luta pelo Transporte Público divulgou uma série de reinvindicações destinadas ao prefeito de Porto Alegre José Fortunati  e ao governador do Estado Tarso Genro. O Movimento Passe Livre também esteve reunido ontem na Capital e elaborou uma lista de exigências destinadas aos chefes do Executivo municipal e estadual e à presidente da República Dilma Rousseff (confira abaixo).

• Leia mais notícias sobre protestos no Brasil

Durante o encontro do Bloco de Luta pelo Transporte Público, realizado na sede do Sindicato dos Trabalhadores em Processamento de Dados do RS, o grupo decidiu que irá cobrar do prefeito da Capital a redução do preço da tarifa do transporte coletivo, a abertura das contas das empresas do setor e o passe livre para estudantes. Do governador, a reivindicação é o fim da criminalização de integrantes do movimento pela Brigada Militar. O movimento alega que algumas pessoas que participaram dos protestos estão sendo monitorados por policiais. 

Essa reunião também serviu para avaliar as manifestações ocorridas na segunda-feira. "Foi um dia histórico para o Brasil. Centenas de milhares de pessoas estiveram nas ruas e Porto Alegre foi parte disso", afirmou o estudante Matheus Gomes, integrante do Diretório Central dos Estudantes (DCE) da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (Ufrgs) e da Assembleia Nacional dos Estudantes Livres, que também participou da reunião.

Uma nova manifestação em Porto Alegre foi marcada para esta quinta-feira. O evento está agendado pelo Facebook e já tem mais de 22,7 mil pessoas confirmadas. O protesto #VempraRua #VempraLuta ocorre a partir das 18h, com concentração em frente à Prefeitura da Capital.

Exigências do Movimento Passe Livre:

Ao prefeito:

- Início imediato do planejamento e obra do METRO

- Início imediato do planejamento e obras contra enchentes em período de chuva

- Explicações sobre o BRT; quais são as melhorias pra cidade? Porque demora tanto? Qual a explicação para o péssimo planejamento que levou a desmanchar trechos prontos?

- Investimento na infraestrutura e no equipamento dos hospitais e postos de saúde relacionados ao SUS.

- Simplificação da burocracia na Saúde Pública

- Aumento do salário dos professores

- Investimento na infraestrutura das escolas municipais

- Investimento em programas de educação extracurriculares

- Gratuidade do Transporte Público

- Oposição oficial do município contra a PEC37

- Oposição oficial do município contra o Estatuto do Nasciturno

- Oposição oficial do município contra qualquer projeto de patologização do homossexualidade e afins

- Transparência máxima sobre os gastos públicos

Ao governador:

- Ajuda monetária às cidades para investimento em Saúde e Educação

- Pressão sobre que o prefeito de Porto Alegre cumpra nossas exigências

- Investimento na infraestrutura e no equipamento dos hospitais e postos de saúde relacionados ao SUS em todo Rio Grande do Sul

- Simplificação da burocracia na Saúde Pública em todo Rio Grande do Sul

- Investimento na infraestrutura das escolas estaduais no RS

- Investimento em programas de educação extracurriculares no RS

- Oposição oficial do RS contra a PEC37

- Oposição oficial do RS contra o Estatuto do Nasciturno

- Oposição oficial do RS contra qualquer projeto de patologização do homossexualidade e afins

- Oposição oficial do RS contra a violência em manifestações

- Transparência máxima sobre os gastos públicos

À presidente:

- Pressão sobre que nosso prefeito e governador cumpram nossas exigências

- Liberação de verba pra que os estados e municípios cumpram nossas exigências com maior efeito

- Investimento na infraestrutura e no equipamento dos hospitais e postos de saúde relacionados ao SUS.

- Simplificação da burocracia na Saúde Pública

- Investimento na infraestrutura das escolas federais

- Anulação completa da PEC37

- Anulação completa do Estatuto do Nasciturno

- Anulação completa de qualquer projeto de patologização do homossexualidade e afins

- Posicionamento claro sobre as manifestações e as respostas policiais

- Explicação sobre os gastos exorbitantes com a copa do mundo, em detrimento de problemas sociais gritantes e antigos

- Formulação de leis anticorrupção e penas muito mais severas aos corruptos

- Transparência máxima sobre os gastos públicos

Redução para R$ 2,80

A Câmara Municipal de Porto Alegre recebeu na tarde dessa terça-feira o projeto de lei que isenta o Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISSQN) da passagem de ônibus. O objetivo é a redução dos valores das passagens de ônibus na Capital. O vice-prefeito Sebastião Melo pediu que a proposta tramite na Casa em regime de urgência.

O prefeito José Fortunati acredita que, com a medida, o valor da tarifa vai reduzir de R$ 2,85 para R$ 2,80. Ele destacou também que vai propor ao governo do Estado a isenção do Imposto sobre Operações Relativas à Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) do óleo diesel para o transporte coletivo. Se a proposta for aceita pelo governador Tarso Genro, o preço pode chegar a R$ 2,75 em Porto Alegre.

Bookmark and Share