Porto Alegre

26ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, segunda-feira, 19 de Fevereiro de 2018

  • 24/01/2018
  • 15:19
  • Atualização: 16:42

Mãe de dublê de "The Walking Dead" morto durante gravações processa emissora

Em ação registrada na terça-feira, Susan Bernecker pede danos punitivos e compensatórios

John Bernecker, morreu em 12 de julho de 2017, aos 33 anos | Foto: Facebook / Reprodução / CP

John Bernecker, morreu em 12 de julho de 2017, aos 33 anos | Foto: Facebook / Reprodução / CP

  • Comentários
  • Correio do Povo

A mãe de John Bernecker, o dublê de "The Walking Dead" morto após sofrer um ferimento na cabeça durante as gravações da série, movou um processo contra a emissora AMC na terça-feira, de acordo com o site Hollywood Reporter. Susan Bernecker entrou com ação judicial na Suprema Corte do Condado de Gwinnett, no estado da Geórgia, na qual pede julgamento por júri e busca danos punitivos e compensatórios, bem como honorários advocatícios. O documento afirma que a emissora AMC pressionou a produtora Stalwart Films a manter os orçamentos injustificadamente baixos, levando-a a cortar procedimentos de segurança.

O advogado Jeff Harris, que representa Susan, também incluiu a Stalwart Films, o diretor Larry Teng e os coordenadores de dublês Monty Simons e Amelio no processo. "Pretendemos manter todas as partes envolvidas responsáveis pela morte trágica de John Bernecker, um intérprete de dublê extraordinariamente talentoso e ator que tinha um futuro brilhante", afirmou Harris em um comunicado divulgado à imprensa nesta quarta. Bernecker, de 33 anos, morreu em 12 de julho de 2017. Ele filmava no Raleigh Studios, quando caiu diretamente no chão de concreto. O profissional chegou a ser foi levado para o centro de tratamento intensivo do Atlanta Medical Center, mas não sobreviveu.

Na mesma nota, Susan diz que "buscará justiça" para "que nenhum outro pai com um filho que trabalhe no setor de televisão e cinema sofra com esse tipo de desgosto". "Meu objetivo é fazer tudo o que puder para proteger outros dublês e garantir sua segurança no set no futuro. A indústria não está fazendo o suficiente para manter diretrizes básicas de segurança para esses artistas. Pior, tem medo de falar", analisou.